Escultor de estátua da princesa Cindazunda esclarece polémica

0
473
A estátua instalada na rotunda em Coimbra (à esquerda) e o estudo (à direita)

O escultor Pedro Figueiredo esclarece polémica em torno da sua obra colocada numa da Avenida Fernão Magalhães em Coimbra.

Depois de surgir nas redes sociais a foto de uma escultura semelhante que estaria no Museu de Vila Nova de Cerveira, sugerindo que a obra instalada a semana passada em Coimbra não seria original, o autor colocou também um texto na internet a esclarecer o assunto.

Começa por dizer que em “Coimbra como todas as cidades, vive dias agitados. Com o aproximar das eleições atacam tudo e todos para poderem tirar algum proveito com isso mas desta vez correu mal para essas pessoas… a escultura que está à direita foi realizada por mim no final do ano de 2014, era já um estudo para o que viria a ser a Cindazunda que está na Praça do Arnado”.

O estudo da Cindazunda foi pela “primeira vez exposto na Casa Municipal da Cultura de Coimbra intitulada Tricana, uma vez que não poderia colocar o nome correcto como facilmente entenderão… precisava na altura da aprovação do Sr. Presidente da Câmara de Coimbra Dr. Manuel Machado. A aprovação como percebem foi positiva e então pude avançar com o original em Bronze”.

O escultor Pedro Figueiredo

Em 2015 revela que foi convidado para expor na Bienal de Cerveira e “coloquei o estudo na Biblioteca de Cerveira mas sem preço. Aqui quiseram inventar uma polémica dizendo que eu tinha vendido esta escultura a Cerveira. Claro não foram lá muito inteligentes uma vez que a mentira tem perna curta”.

Esta escultura que é em resina de poliéster “está no meu atelier à espera de ser colocada num lugar em Coimbra (no interior de um edifício) uma vez que esta peça como é óbvio é oferecida à Câmara Municipal de Coimbra por mim… e aí sim vai ser intitulada como ‘Estudo para Cindazunda'”.

A terminar deixa a seguinte mensagem: “Quem arranjou esta polémica não necessita de pedir-me desculpa mas espero que o faça à Câmara Municipal de Coimbra… posto isto e até porque estamos a falar da cidade de Coimbra esses senhores ponham as guitarras num saco… haja paciência…”

DEIXE UMA RESPOSTA