Feira de S. Mateus seduz ainda mais nos seus 625 anos

0
889

A edição 625 da feira franca viva mais antiga da Península Ibérica abre esta noite de sexta-feira com uma promessa renovada de felicidade.

A inauguração está marcada para as 21H30 quando o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, ligar o gigantesco dispositivo de iluminação decorativa histórica do certame, composto por centenas de estrutura de luz e mais de 275 mil lâmpadas, em que se destaca um novo “picadeiro de luz” – a principal e histórica avenida do evento.

Na noite inaugural atuará pela primeira vez a Orquestra 625 – orquestra de percussão comunitária que é um tributo aos 625 anos da Feira, com a participação de mais de 120 pessoas, entre músicos profissionais e amadores, com crianças, jovens e adultos. Uma atuação que será sincronizada com um espetáculo de fogo preso e de artifício e acompanhada por animação de artes circenses.

Após o espetáculo de abertura, o DJ OMIRI toma conta do palco, com um dos projetos mais originais de reinvenção da música tradicional portuguesa, no seu estilo eletro-folk.

O primeiro fim-de-semana da edição 625 da Feira de São Mateus promete ser em grande. O cartaz apresenta nomes como o cantautor brasileiro Seu Jorge (sábado), o Festival Internacional de Folclore (domingo), AGIR (segunda-feira) e Marco Paulo (terça-feira, feriado).

A organização, a cargo da Viseu Marca, espera e tem preparada a receção a mais de 100 mil visitantes nestes primeiros dias do certame.

As novidades introduzidas no certame ao nível das arquiteturas, da iluminação histórica, da gastronomia, dos divertimentos, do espaço museológico da Feira e de grandes marcas históricas portuguesas, como os Chocolates Regina, a Bordallo Pinheiro e as Enguias da Comur, serão também um forte atrativo para muitos públicos da região e do país.

Entre as novidades que a Feira apresenta estão a “Praça de Viriato” – que será uma grande praça ajardinada e sombreada, de encontro e descanso dos visitantes, com serviço de informação e atendimento e pequenos espetáculos –, o espaço “Viseu Arena, de promoção da futura sala de espetáculos da cidade de Viriato, novos stands para as enguias da Murtosa (uma das principais tradições gastronómicas da Feira) e um novo espaço relativo à memória e história da Feira, que incorpora também uma sala de cinema histórico.

Para o presidente da Câmara, Almeida Henriques, “a Feira regressou ao seu tempo áureo e recuperou a sua alma cultural. O projeto de revitalização em que apostámos é um sucesso e apresenta resultados. Faremos de 2017 um certame memorável para a comunidade que já se reconciliou com a Feira e para quem visite Viseu”.

“A Feira de São Mateus é um evento único, com a alma genuinamente viseense e memórias partilhadas por muitos portugueses, que são hoje convidados a redescobrir o evento e a cidade de Viseu”, acredita João Cotta, Presidente da Viseu Marca.

“A Feira de São Mateus de 2017 apresenta-se ainda mais sedutora nos seus 625 anos. Está renovada, atrativa, qualificada e segura”, avança o Gestor da Viseu Marca, Jorge Sobrado. Para o responsável da organização do evento, “a Feira de São Mateus é hoje o certame histórico popular de referência no país”.

DEIXE UMA RESPOSTA