Lagares da Beira com nova bancada e balneários

0
835

Associação Desportiva inaugurou ontem os novos equipamentos, reunindo a partir de agora todas as condições para “trabalhar melhor”.

Depois do relvado sintético, a Associação Desportiva de Lagares da Beira viveu ontem mais um dia “histórico” com a inauguração das novas bancadas e balneários do complexo desportivo.

Um investimento realizado em estreita parceria com a Junta de Freguesia e Câmara Municipal que, com esta infraestrutura não só realizam um sonho da atual direção, como contribuem decisivamente para a melhoria das condições do campo de futebol.

Na cerimónia de inauguração, este domingo, o presidente da Associação Desportiva de Lagares da Beira, Norberto Santos, destacou precisamente as melhorias conquistadas com mais esta obra, não tendo dúvidas que estão ao melhor nível do que existe na região.

“Já corremos todos os recintos desportivos do distrito de Coimbra e ainda não encontrámos nada igual ao que temos aqui”, afirmava o diretor, visivelmente orgulhoso do complexo desportivo, que é no seu entender um espaço “apelativo para todos os atletas”.

“Esta obra veio dar outras condições físicas e higiénicas aos que nela trabalham: atletas e equipa técnica têm agora todas as condições para desenvolver o seu trabalho e atingir os objetivos propostos”, considera Norberto Santos, lembrando que foram precisos vários anos de trabalho “árduo” das direções para que isto fosse uma realidade.

Mostrando a sua gratidão para com as diversas entidades e instituições que colaboraram com este projeto, nomeadamente a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, o presidente do clube lagarense deixou “expresso” o sentimento de “dever cumprido”, a menos de um mês de terminar o atual mandato.

O “antes” e o “depois” das obras foi também recordado pelo presidente da Associação de Futebol de Coimbra, Horácio Antunes, que mostrou a sua “enorme satisfação” por saber que havia aqui um “sonho” que hoje está concretizado.

“Isto só é possível porque se reuniram boas condições, por um lado, a perseverança da direção e de todos que com ela trabalham e, por outro, a vontade e a recetividades das autarquias: Junta de Freguesia e Câmara Municipal”, afirmou o conhecido dirigente do futebol distrital, considerando estarem reunidas todas as condições para que se possa “trabalhar melhor” em Lagares da Beira.

Lembrando que o momento é de “festa” por força da subida à divisão de honra da AFC, Horácio Antunes entende que o clube tem agora “uma responsabilidade acrescida” perante esta melhoria das condições de trabalho que é “preparar-se para nunca mais voltar a descer de divisão”.

O presidente da Associação Desportiva de Coimbra não deixou ainda de destacar a obra “notável” empreendida pelo presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, na área do desporto e no futebol em particular, e de que é prova mais esta infraestrutura construída em Lagares da Beira.

Igualmente orgulhosa com a obra concretizada na sua freguesia, a presidente da Junta, Olga Bandeira realçou os vários “momentos marcantes” da história do clube, que comemora este ano 40 anos de existência, dos quais destacou mais esta “conquista”. “Esta infraestrutura contribuirá ativamente para a formação desportiva e cívica dos que a frequentam”, afirmou a autarca, fazendo notar o apoio a este investimento por parte da Câmara Municipal, que desta forma fomenta a prática desportiva.

Apesar de dar nota da “demora” na concretização deste projeto, o presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, lembrou que o seu compromisso político com o Lagares era a instalação de um relvado sintético, o que já foi concretizado, pelo que “isto acontece porque o campo tinha um problema de dimensões que nos obrigou a deitar abaixo os balneários e por isso houve aqui uma evolução”, explicou o edil, que não dá, contudo, a obra como acabada.

Alexandrino entende que, depois deste investimento, fica a faltar ainda a cobertura do túnel de acesso aos balneários por “questões de segurança” e a cobertura das bancadas, bem como a construção de mais duas bancadas, de forma “ao campo ficar mais equilibrado”.

Assumindo a sua opção política por este tipo de investimentos, porque a “vida não é só trabalho, também é lazer”, Alexandrino não deixou de criticar os seus opositores, sobretudo aos que “apresentaram agora a sua candidatura” que já vieram dizer que querem acabar com os apoios às associações e ao desporto, acusando-os de “não saberem o que estão a dizer”.

Foi no “campo” do Lagares da Beira que José Carlos Alexandrino aproveitou ontem para anunciar a construção dos novos balneários do Futebol Clube de Oliveira do Hospital, num investimento de cerca de 300 mil euros.

O projeto está pronto a avançar e deverá ficar concluído, segundo o autarca, ainda este mandato. “Vamos lançar a obra dos novos balneários, porque aqueles que existem não têm dignidade para um estádio municipal”, afirmou o edil, lembrando que o complexo desportivo da cidade não oferece condições para os atletas, nomeadamente para as camadas jovens que treinam lá e que “é nossa obrigação criar-lhes condições para a prática desportiva”.

“Lá vou ser criticado não sei mais quantas vezes, mas vamos lançar esta obra para assinalar também os 70 anos do clube, que com esta idade não tem uma sede social”.

“É inacreditável, mas nós vamos concretizar a obra ainda este mandato”, garantiu.

 

Fonte: Folha do Centro

DEIXE UMA RESPOSTA