Back

PS de O. Hospital exige requalificação total da EN 230 até ao limite do concelho

O Partido Socialista de Oliveira do Hospital (PSOH) quer que seja requalificada a EN230 até ao limite do concelho.

Em comunicado enviado à CentroTV, o PS começa por “congratular-se pela conclusão” da requalificação da Estrada Nacional 17, em toda a sua extensão dentro do concelho de Oliveira do Hospital, “uma obra desde sempre reivindicada por este Partido e pelo Presidente do Município de Oliveira do Hospital, que foi lançada e concluída pelo actual Governo socialista”.

Também manifesta o “evidente agrado pelo início das obras de requalificação da Estrada Nacional 230, que liga Vendas de Galizes ao limite do Distrito de Coimbra com a Guarda, na freguesia de Alvoco das Várzeas. Esta obra foi também, desde sempre, objecto de reivindicação do PSOH, amplamente justificada pela degradação acrescida que resultou dos incêndios de 15 de Outubro. Também da parte do Executivo camarário socialista, esta tem sido uma das principais lutas, na medida em que a EN 230 atravessa o concelho de Oliveira do Hospital numa extensão de 17 kms”.

Acrestando que “estranhamente, foi agora dada a conhecer pelas Infraestruturas de Portugal, a extensão da obra a realizar nesta fase, a qual não corresponde à totalidade da extensão, mas apenas a um troço de 9 kms”.

De acordo com as informações das Infraestruturas de Portugal, está “prevista uma segunda fase de obra para a requalificação do troço entre a Ponte das Três Entradas e o limite da Freguesia de Alvoco das Várzeas, que é também o limite do distrito de Coimbra”.

Tendo sido o PS de Oliveira do Hospital confrontado com esta situação, bem como com o “descontentamento e indignação de autarcas, das pessoas e da própria secção do PS de Alvoco das Várzeas, o PS de Oliveira do Hospital solidariza-se com este descontentamento e não entende a razão pela qual não é feita imediatamente a requalificação total da EN 230”.

Os socialistas lembram que “é visível o estado de degradação da estrada, que piorou bastante logo após os incêndios, podendo mesmo colocar em causa a segurança rodoviária. Em segundo lugar, este é um troço que atravessa uma larga extensão da zona turística do concelho de Oliveira do Hospital, que serve também de entrada para a Serra da Estrela, sendo por isso uma via de grande tráfego e de grande importância para o desenvolvimento do Concelho e das Freguesias que serve. Em terceiro lugar, não se compreende que, estando adjudicada a referida requalificação e estando a obra em célere andamento, não se conclua o troço restante, aproveitando os recursos já existente no terreno, o que levaria a uma poupança financeira na execução da referida obra”.

Face a todos estes argumentos, o PS de Oliveira do Hospital irá “reivindicar junto das Infraestruturas de Portugal, junto do Governo, junto do PS Nacional, a imediata conclusão da requalificação da EN 230 em toda a sua extensão”.

Este é um assunto que os socialistas oliveirenses prometem “não deixará cair no esquecimento e para o qual exige respostas das Entidades responsáveis, tendo também já enviado um convite aos deputados socialistas, para visitarem e verem no local o estado em que se encontra a referida estrada”.

A concluir o PS diz que estará ao “lado dos autarcas e das populações na defesa dos interesses das pessoas, das Freguesias e do nosso Concelho de Oliveira do Hospital, não olhando nem a cores políticas nem a questões partidárias, quando se trata de servir Oliveira do Hospital”.

 

1 comentário

  • José Augusto Santos

    31 Outubro, 2018

    Em carta enviada ao nosso conterrâneo Fernando Andrade,pelas Infraestruturas de Portugal .2018 REC03615 : Na sequência de uma reclamação por ele apresentada datada de 15/05/2018: Assinada por Sónia Figueira na qualidade de Diretora ao abrigo da subdelegação de poderes conferido na Decisão nº 01 DCN 2018 Referente á EN 230

    No segundo parágrafo diz textualmente:
    «No que se refere ao pavimento,estes trabalhos terão início no terceiro trimestre do corrente ano »
    Não se compreende porque ´que só estão em curso 9 Km no sentido Poete das Três Entadas / Vendas de Galizes.Não se compreende que tenham ficado para trás 7 Km até ao limite do Concelho e do Distrito.

Publicar comentário

Share This