Back

Apresentado livro Património da Humanidade do Centro de Portugal

O Laboratório Chimico do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra acolhe, no próximo dia 16 de julho, a partir das 14h30, a sessão de apresentação do livro “Património da Humanidade do Centro de Portugal”, que conta ainda com um painel dedicado ao tema “A importância do Património na promoção turística do Centro de Portugal”.

A obra “Património da Humanidade do Centro de Portugal” foi desenvolvida e coordenada pelo estúdio do multipremiado designer Eduardo Aires e resulta de um desafio lançado a quatro autores e quatro fotógrafos para retratar os lugares Património da Humanidade da Unesco da Região Centro.

Fernando e Sérgio Guerra, Nuno Moreira, Jorge Alarcão ou Carla Alexandra Gonçalves são apenas alguns dos autores e artistas que participam na publicação. Para além de uma tentativa de condensar a história e importância destes lugares num único livro, os autores procuraram destacar, através de um olhar novo, contemporâneo e artístico, a “distintiva marca humana” associada a este património e ao território onde este se inscreve.

Uma marca presente tanto pela visão autoral de cada um dos seus intervenientes, como pelos retratos destes espaços patrimoniais enquanto lugares vivos e “com gente dentro”, como aliás reflete Eugénio Maia do Amaral, Diretor-Adjunto da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra e cocoordenador editorial da publicação, no prefácio deste livro.

No momento de apresentação do livro espera-se, assim, uma conversa entre os coordenadores, os fotógrafos e os autores da publicação, sobre as inspirações que estes excecionais lugares – o Mosteiro de Alcobaça, o Mosteiro da Batalha, a Universidade de Coimbra, Alta e Sofia e o Convento de Cristo, em Tomar – podem evocar no presente.

De seguida, a partir deste exercício e das temáticas que têm vindo a ser trabalhadas ao longo dos dois anos de intervenção do projeto Lugares Património Mundial do Centro, pretende-se debater o papel do património cultural e, particularmente do projeto, na promoção da riqueza e diversidade turística da Região Centro.

A sessão é uma das primeiras iniciativas onde se pretende revelar o legado da rede de promoção, qualificação e valorização turística dos quatro lugares Património Mundial do Centro de Portugal, criada em 2017 e que une a Turismo Centro de Portugal, os municípios de Alcobaça, Batalha, Coimbra e Tomar e a Universidade de Coimbra. A entrada no evento é gratuita e sujeita à capacidade do espaço.

Publicar comentário