Back

Câmara de Oeiras entregou sistema de prevenção de fogos a 30 municípios da região Centro

O presidente da Câmara, Isaltino Morais, entregou hoje, aos representantes dos 30 municípios mais afetados pelos incêndios de 2017, informação geográfica de alta resolução espacial (ortofotomapas) e o acesso a um Geoportal – que disponibiliza apoio técnico e científico –, que permitirão um correto planeamento e rearborização destes territórios.

A cerimónia de entrega decorreu, no Auditório da Fundação para Estudos e Formação Autárquica, em Coimbra, e contou com as presenças do secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, e do presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares.

 Orçado em mais de 450 mil euros, oprojeto Oeiras30Mais, levado a cabo pela Municípia S.A. – Empresa de Cartografia e Sistemas de Informação, demorou seis meses a ficar concluído. O projeto englobou a recolha de imagens aéreas dos municípios com mais de 20% do território ardido, a criação de ortofotomapas de alta resolução espacial, bem como a disponibilização de uma plataforma informática (Geoportal), com apoio técnico e científico, que permitirá um correto planeamento e a rearborização do território.

“O município de Oeiras, sendo pioneiro na gestão do território, através de sistemas de informação geográfica, decidiu apoiar os municípios mais afetados pelos incêndios e oferecer a cobertura aerofotogramética ortorretificada (ortofotomapas) a esses municípios”, explica o Presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais.

“O fornecimento desta informação base, bem como o acesso ao Geoportal Oeiras30Mais, permitirão a estes municípios disporem de ferramentas para um correto planeamento da rearborização e ordenamento florestal, numa primeira fase, e à sua gestão, numa segunda fase do processo”, acrescenta Isaltino Morais.

Os municípios apoiados pelo projeto Oeiras30Mais foram Arganil, Carregal do Sal, Castanheira de Pêra, Castelo de Paiva, Figueiró dos Vinhos, Freixo de Espada à Cinta, Gavião, Góis, Gouveia, Lousã, Mação, Mangualde, Marinha Grande, Mira, Mortágua, Nelas, Oleiros, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Santa Comba Dão, Seia, Sertã, Tábua, Tondela, Vagos, Vila de Rei, Vila Nova de Poiares e Vouzela.

Através da plataforma Oeiras30Mais (https://oeiras30mais.municipia.pt), é possível consultar a informação geográfica relativa à cobertura de ortofotos de 2018, com resolução de 15 cm, executados no âmbito deste projeto solidário, promovido pelo Município de Oeiras para os 30 Municípios mais afetados pelos incêndios florestais de 2017.

Publicar comentário