Back

Centro de Negócios do Fundão e Museu da Vista Alegre finalistas dos prémios Regiostars

O Centro de Negócios do Município do Fundão e o Museu da Vista Alegre estão, esta tarde, em destaque na exposição dos finalistas dos Prémios Regiostars 2018, promovidos pela Comissão Europeia, em Bruxelas.

Os vencedores são anunciados amanhã na cerimónia oficial dos regiostars 2918.

O Centro de Negócios e Serviços Partilhados do Fundão permitiu atrair 14 empresas TICE e criar mais de 500 postos de trabalho altamente qualificados numa cidade de cariz rural com menos de 15.000 habitantes.

Em quatro anos, o projeto impulsionou um ecossistema integrado que gerou 68 startups e projetos, e deu suporte diversos projetos de investimento privado, apostando no R&D, em iniciativas pioneiras de conversão profissional e nas competências digitais.

Representantes da Vista Alegre com a presidente da CCDRC em Bruxelas

Já o é um projeto candidatado, apoiado pelo Programa Centro 2020, incidiu na Requalificação e Ampliação do Museu da Vista Alegre. Mas o Museu foi apenas o percursor de toda a requalificação do chamado “Lugar da Vista Alegre”.

Graças a um investimento total na ordem dos 44 milhões de euros, apoiado pelos fundos da União europeia, através do Programas Centro2020 e Compete 2020, implicando a manutenção de 1495 postos de trabalho e a criação de pelo menos 100 novos postos diretos, este projeto fez rejuvenescer o Lugar da Vista Alegre, dando nova vida ao Museu, Capela, Teatro, Recinto, Hotel e Palácio, Creche, Fábrica e Bairro Operário.

A intervenção no Lugar da Vista Alegre incluiu a edificação do Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel com a recuperação e integração do antigo Palácio, a ampliação e remodelação profunda do Museu Vista Alegre, a modernização da Fábrica da Vista Alegre, a requalificação da Creche, enquanto Serviço Educativo de Manufatura e Pintura, a reabilitação do Teatro Vista Alegre, bem como o restauro da capela seiscentista de Nossa Senhora da Penha de França e da sua contemporânea Fonte do Carrapichel (1693), marco do nascimento do topónimo Vista Alegre.

* Margarida Prata, Angela Faria da Cunha e Sandro Garcia, a equipa da CentroTV em Bruxelas

Publicar comentário