Back

CIM Região de Coimbra recebe Prémio Nacional – Mobilidade em Bicicleta

A CIM Região de Coimbra foi distinguida esta quinta-feira, em Lisboa, com o Prémio Nacional – Mobilidade em Bicicleta, Entidade Pública, atribuído pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicletas (FPCUB), no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade.

O vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Monteiro, representou a Direção da CIM Região de Coimbra na cerimónia realizada no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras.

O Prémio Nacional – Mobilidade em Bicicleta, Entidade Pública, reflete a aposta da CIM Região de Coimbra na promoção da mobilidade leve e na captação de novos públicos na área do turismo, através do investimento nos projetos Ecovia do Mondego e EuroVelo1 – Rota da Costa Atlântica.

Recorde-se que a Ecovia do Mondego, que terá uma extensão de cerca de 90 quilómetros e um investimento de 800 mil euros, será ligada à já existente Ecopista do Dão, enquanto que o projeto EuroVelo1 – Rota da Costa Atlântica irá desenvolver-se no litoral, numa extensão de 79 quilómetros, entre o limite norte do município de Mira e o limite sul do município da Figueira da Foz, atravessando Cantanhede na zona da Tocha e representa um investimento de cerca de 1,4 milhões de euros.

O Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” é atribuído nas categorias Autarquias, Cidadania, Comunicação Social, Empresas, Ativismo e Intervenção Social, Dinamização Cultural da Bicicleta, Site e Empresas de Transportes Públicos.

Além da CIM Região de Coimbra foram galardoados a SRS Advogados, Neya Hotels, e SATA em empresas, Fernando Medina, em autarca presidente, Câmara Municipal de Setúbal em autarquias, Luís Carvalho e Filipe Gaivão, em cidadania, Ângelo Mesquita e Os Metralhas BTT, em ativismo e intervenção social, Dar a Volta e Michael Suhr/Embaixada da Dinamarca, em dinamização cultura da bicicleta, Manfred Neun, em ativismo e intervenção social internacional.

O Prémio Nacional Mobilidade em Bicicleta foi criado em 2006 pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicletas como reconhecimento público do contributo de pessoas e entidades na promoção do uso da bicicleta nas suas múltiplas vertentes, criação ou melhoria de condições e de facilidades em Portugal e/ou divulgação de iniciativas fomentadoras do uso deste veículo não motorizado.

Publicar comentário