Back

ClimAgir planta sobreiros na zona industrial de Mortágua

O Bolotas e o ClimAgir visitaram  as escolas do Agrupamento de Escolas de Mortágua desde o primeiro ciclo do ensino básico até ao secundário, num total de 12 turmas, com 333 alunos, com o objetivo de sensibilizar para as alterações climáticas.

Trata-se de um projeto da CIM Região de Coimbra no âmbito do “Reforço das Capacidades de Adaptação às Alterações Climáticas – Ações de Comunicação e Sensibilização na CIM Região de Coimbra”, financiado pelo POSEUR, Portugal 2020 e Fundo de Coesão.

O Bolotas –  um sobreiro em forma de mascote do ClimAgir – apresentou aos alunos de Mortágua a problemática das alterações climáticas, através de vídeos e materiais de sensibilização e comunicação, sensibilizando para as causas, por exemplo do aquecimento global. Os técnicos do ClimAgir apresentaram também medidas e comportamentos a adotar em termos ambientais, nomeadamente a importância de preservar as plantas autóctones, fundamentais para o desenvolvimento sustentável, criando e dinamizando atividades económicas, como o caso da cortiça, bem como a importância destas espécies florestais com cariz mais resistente aos incêndios.

Seis dezenas de sobreiros foram plantados na Escola Básica Dr. José Lopes de Oliveira, na Escola Secundária Dr. João Lopes de Morais e no parque da Zona Industrial de Mortágua, por forma a presença desta espécie autóctones promova a segurança em zonas circundantes às empresas, em termos de fogos florestais. Foram ainda distribuídos mais de 140 sobreiros prontos a plantar, a crianças e professores.

O ClimAgir é uma das medidas específicas previstas no Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas (PIAAC), documento estruturante que contempla o conhecimento das especificidades setoriais (Agricultura, Alimentação, Florestas, Biodiversidade, Recursos Hídricos, Estuários e Zonas Costeiras, Infraestruturas e Energia, Turismo e Saúde Humana), avaliação da vulnerabilidade atual e futura às alterações climáticas e identificação, definição e priorização de medidas de adaptação específicas para o território da CIM Região de Coimbra.

Publicar comentário