Back

Federação de Desportos de Inverno de Portugal distingue campeões nacionais na Covilhã

A Pousada de Juventude Serra da Estrela, na Covilhã, foi o palco escolhido pela Federação de Desportos de Inverno de Portugal para, no próximo sábado, dia 16 de novembro, pelas 19h00, consagrar os campeões nacionais da temporada 2018/19, nas modalidades de Esqui Alpino- Slalom e Snowboard Cross.

Numa cerimónia que contará com a presença do secretário de Estado João Paulo Rebelo, a FDI-Portugal distinguirá os campeões nacionais nos seguintes escalões:

 Esqui Alpino- Slalom

GERAL MASCULINO – Manuel Ramos

GERAL FEMININO – Catarina Carvalho

SÉNIOR MASCULINO – Ricardo Brancal

U16 MASCULINO – Lourenço Simões

U14 FEMININO – Marta Carvalho

U12 MASCULINO – Gustavo Tavares

U10 FEMININO – Catarina Curto

Snowboard Cross 

OPEN MASCULINO – Ricardo Lopes 

M40 MASCULINO – Alex Azevedo

A FDI-Portugal irá também agraciar algumas personalidades que contribuíram para o sucesso da época transata, nomeadamente, o secretário de Estado da Juventude e Desporto João Paulo Rebelo como Personalidade do Ano 2019, o treinador de Hóquei no Gelo Jim Aldred como Treinador do Ano, o esquiador Manuel Ramos como Atleta do Ano, o snowboarder adaptado Pedro Herdeiro como Atleta Revelação do Ano, o Ski Clube de Portugal como Clube do Ano, e o pai da atleta internacional Vanina de Oliveira, Yannick Guerillot como Pai do Ano.

Pedro Farromba, presidente da FDI – Portugal, sublinha o peso simbólico desta cerimónia que vai além do reconhecimento dos campeões:   “Este evento para além do simbolismo que contém com a entrega dos títulos de Campeões Nacionais é uma celebração do esforço e da superação que muitos atletas tiveram na época passada. É um momento de união da família dos desportos de Inverno onde celebramos o crescimento das modalidades que a FDI-Portugal tutela e onde podemos agradecer, de forma simbólica, a todos os que, ao longo da época passada, contribuíram para o engrandecimento das nossas modalidades”

Há registos que apontam para a introdução do esqui em Portugal por volta de 1918. A partir de 1933 começaram a ser organizadas, com caráter regular, as primeiras competições, o que também resultou nas primeiras participações pontuais de atletas portugueses em olimpíadas de inverno.

No entanto, apenas na última década do século XX, mais concretamente a 15 de maio de 1992, é que foi criada uma federação responsável pela regulamentação dos desportos de inverno em Portugal: a Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDI-Portugal). A autoridade portuguesa em matéria de desportos relacionados com a neve, filiada na Federação Internacional de Esqui.

Uma organização sem fins lucrativos, dotada de estatuto de utilidade pública desportiva, com sede na Covilhã, que tem como principais objetivos promover, regulamentar e dirigir, a nível nacional, a prática de desportos relacionados com a neve, nas vertentes formativa, desportiva e cultural.  Cabe também à FDI-Portugal representar o seu conjunto de modalidades desportivas, junto das organizações desportivas nacionais e internacionais.

Publicar comentário