Back

Feira de São Mateus chegou ao fim com mais de um milhão de entradas

A Feira de São Mateus, em Viseu encerrou ontem, domingo, depois de 39 dias de reencontros que “voltaram a surpreender viseenses, visitantes e turistas”, realça a organização.

“Pelo quarto ano consecutivo, o tão desejado número mágico de 1 milhão de entradas foi superado no dia 10 de setembro”, frisam ainda os organiadores.

De entre os dias com maior afluência, foram os concertos dos Gipsy Kings e Ludmilla que bateram recordes de público.

“Para além de um cartaz musical de excelência, que contou com grandes nomes da música lusófona, a Guardiã das Feiras Populares voltou a privilegiar as suas raízes e tradições, com atuações de grupos folclóricos na Praça de Viriato, a recuperação do Concurso de Fotografia, o regresso do Dia de Viriato e do Concurso de Vestidos de Chita e as gincanas de motas e carros antigos”, refere a Viseu Marca.

“Também os domingos francos de entrada gratuita continuaram a conquistar o público familiar da Feira de São Mateus”. No dia 18 de agosto, noite do Concurso de Vestidos de Chita, vieram feirar mais de 60 mil pessoas. Foi o dia com maior número de entradas, este ano.

Cristina Paula Gomes, presidente da Viseu Marca, diz que “a Feira de São Mateus continua a colocar Viseu no mapa dos grandes eventos culturais do nosso país. Por mais um ano, viemos a confirmar que somos uma das feiras populares mais qualificadas, atrativas e modernas de Portugal”.

A marcar a edição de 2019 da Feira estiveram as novas esplanadas dos pavilhões das farturas, a Roda Gigante, os primeiros Noivos de São Mateus, 90 stands de madeira dos expositores da Feira, a Fisca, a nova mascote do evento, e um projeto de luz que homenageou a gastronomia da região.

Em 2019, a Feira assumiu-se, também, como “a feira popular mais verde do país”, com novos importantes passos na redução da sua pegada ambiental. Palhinhas, talheres e pratos de plástico foram substituídos por alternativas mais sustentáveis.´

“A Feira revalidou o seu estatuto de certame popular de referência do país. Soube reconquistar a preferência dos portugueses e ser influente junto de turistas internacionais, contribuindo para a reputação e notoriedade da cidade e da região enquanto destinos. É ainda um motor económico e de emprego de Viseu muito relevante.”, afirma Jorge Sobrado, gestor da Feira de São Mateus e vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu.

A edição 628 já tem datas marcadas. Entre 6 de agosto e 13 de setembro de 2020, Viseu terá mais 39 dias para feirar. As tradições do certame e algumas novidades na requalificação do evento e no seu cartaz musical já estão em vista por parte da organização.

Publicar comentário