Back

Fernando Teotónio vence o Rally de Tábua e Oliveira do Hospital

Tábua e Oliveira do Hospital receberam no passado fim de semana (6 e 7 de Abril) a 2ª prova do CCR – Campeonato Centro de Ralis e 2ª prova do Desafio Kumho 2019, o Rally de Tábua e Oliveira do Hospital. Numa organização conjunta da Escudeira Castelo Branco e Mk Makinas, a prova desenrolou-se entre os dois concelhos, território onde existem muitos aficionados e apaixonados deste desporto motorizado.

“Em abril, águas mil” foi mesmo a expressão que melhor se adequa para descrever as condições que todos encontraram este fim de semana em terras de Tábua e Oliveira do Hospital. De facto, a organização, os pilotos e respectivas equipas de mecânicos, o público e as forças de segurança presentes na prova, e a própria estrutura e traçado do rally, mereciam melhor sorte com as condições atmosféricas. Um enorme esforço de todos, levou a que mesmo assim, estivéssemos presentes perante um grande rally.

O rally começou com a realização da streetstage de Oliveira do Hospital, onde o muito público presente pode assistir a uma especial muito técnica mas com muito espetáculo. António Dias/Pedro Castro em Skoda Fábia R5 ganham esta streetstage, com Fernando Teotónio/Luís Morgadinho em Mitsubishi Lancer EVO 9 e Fernando Peres/José Pedro Silva a realizarem os segundos e terceiros melhores tempos, respetivamente.

Após a partida do Rally no Centro da Cidade de Oliveira do Hospital, os pilotos realizaram a SuperEspecial de Tábua, realizada no centro da vila. Mais uma vez, muito público assistiu à passagem dos pilotos, que teve a vitória de António Dias/Pedro Castro, também os primeiros comandantes da prova.

Para domingo, estavam reservadas duas passagens pelos troços de São João da Boavista/Candosa, Oliveira do Hospital e Covas/Midões.

Apesar das condições atmosféricas continuarem adversas, com o grande trabalho das Câmaras Municipais e organização, todas as classificativas se realizaram, não havendo necessidade de anular qualquer passagem.

António Dias/Pedro Castro não arrancariam para esta secção, pois um problema mecânico no Skoda, não permitiriam que continuassem no rali.
Fernando Teotónio continuou a demonstrar um excelente andamento, com Fernando Peres a ter um problema no seu Mitsubishi Lancer à saída do parque fechado de Oliveira do Hospital sofrendo uma penalização, deixando mais à vontade o piloto do Fundão. Peres viria a desistir com problemas mecânicos antes da especial de Oliveira do Hospital 2 e Fernando Teotónio ganharia o rali.

Armando Carvalho/Ana Santos num Mitsubishi Lancer Evo V conseguiram ganhar um troço a Teotónio, São João da Boavista / Candosa 2, sendo que conseguem concluir a prova no segundo lugar.

Na terceira posição concluíram a prova Luís Mota / Alexandre Ramos, que com um andamento consistente levaram o seu Mitsubishi Lancer Evo VI até ao ultimo lugar do pódio.

No Desafio Kumho Portugal 2019, Fernando Teotónio/Luis Morgadinho ficaram também em 1º Lugar, Armando Carvalho/Ana Santos concluíram em 2º e na 3ª posição ficaram Carlos Valentim / Luis Ribeiro.

A cerimónia do pódio estava marcada para o Pavilhão Multiusos de Tábua, onde funcionou todo o centro operacional e parque de assistências do rali, onde ainda antes desta cerimónia, a Mk Makinas tinha preparada uma cerimónia de homenagem ao António Baptista. Juntamente com Rogério Tavares (antigo piloto, sócio e patrocinador da Mk Makinas) foi preparada uma justa homenagem ao navegador António Baptista, que recentemente faleceu.

Publicar comentário