Back

Góis Moto Clube organizou primeira prova do nacional de TT

As classificativas desenhadas pelo Góis Moto Clube para o arranque da temporada 2019 do Nacional TT foram o cenário para a 26ª edição do Raide de Góis, uma das provas mais carismáticas e com maior historial no TT português.

Depois de ter fechado a época 2018 o clube com sede junto ás margens do rio Ceira recebeu cerca de uma centena de pilotos para a abertura da nova época, delineando uma prova com dois dias de duração, no primeiro com um prólogo com 12 quilómetros e uma dupla passagem por uma especial com 97 quilómetros no derradeiro dia de competição realizado este Domingo para um total de 206 cronometrados.

Com baixas notadas na lista de inscritos das motos, António Maio, Mário Patrão, David Megre ou Sebastian Buhler foram ausências sentidas no pelotão, a luta pelas primeiras posições não deixou no entanto de ser bastante animada. Nas duas rodas Salvador Vargas saltou para o comando do pelotão logo no final dos 12 quilómetros do Prólogo realizado na tarde de Sábado, liderando após o primeiro confronto face a Daniel Jordão e Bernardo Megre, sendo estes igualmente os comandantes nas classes TT3, TT2 e TT1 respectivamente. Nos Moto4 o campeão Arnaldo Martins entrou ao ataque e subiu ao primeiro lugar na frente de Filipe Martins e do regressado Luis Engeitado.

Com cerca de meia centena de pilotos no pelotão o duelo pela vitória nos SSV teve em Mário Franco o seu primeiro comandante, liderando igualmente em SSV1, na frente de Marco Pereira e do campeão em título, João Monteiro. Em SSV2 a primeira posição era de António Ferreira.

O segundo dia trouxe alterações em especial na classificação dos SSV, onde menos de 16 segundos dividiram as duas primeiras posições. Vitor Santos e Gregório Pereira subiram ao degrau mais alto do pódio depois de João Dias e Emanuel Morais terem perdido a liderança na fase final da derradeira especial, ficando os terceiros classicados, Pedro Carvalho e André Guerreiro, no degrau mais baixo do pódio a pouco mais de 45 segundos. João Monteiro e Manuel Pereira foram os quartos com o ex-campeão nacional TT automóvel, Pedro Grancha – com Tomás Neves a navegar – a ser o quinto na classificação final. José Manescas foi o melhor em SSV TT2.

Nas motos Salvador Vargas assinou mesmo a sua primeira vitória na geral de uma prova do campeonato, ele que conta no seu palmarés com um título TT3. Daniel Jordão manteve o segundo posto na frente de Bernardo Megre, ficando o pódio exactamente igual ao primeiro dia, o mesmo se passando com as vitórias nas classes. Entre os Moto4 Arnaldo Martins manteve igualmente a primeira posição, terminando na frente de Luis Engeitado e Luis Pimenta.

‘É sempre bom vencer, ainda por cima quando é a minha primeira vitória na geral. Agora é continuar a trabalhar e pensar já na próxima.’ comentou Salvador Vargas após a sua primeira vitória no TT nacional.

O Góis Moto Clube iniciou assim da melhor forma o seu ano ‘desportivo’, sendo esta a primeira organização desportiva de um ano onde também o Enduro, o Trial e o Rally Raid estão na lista de eventos a organizar pelo clube beirão.

Publicar comentário