Back

Livro “Cruzeiro Seixas. Como Respirar” apresentado em Viseu

A PV Editora promove no próximo dia 26 de setembro, quinta-feira, pelas 16h00, a sessão de lançamento do livro “Cruzeiro Seixas. Como respirar”, no auditório do Politécnico de Viseu.

A obra resulta de uma entrevista realizada por Emília Ferreira e Lúcia Saldanha, no âmbito da rede-projeto [Portugal entre Patrimónios], da qual o IPV é parceiro, a um nome incontornável do Surrealismo em Portugal e um dos maiores vultos da cultura portuguesa contemporânea: Cruzeiro Seixas.

A sessão conta com intervenções das autoras e de Paula Rodrigues, docente e coordenadora do curso de Artes Plásticas e Multimédia do IPV.

Nas palavras de Emília Ferreira, diretora do Museu Nacional de Arte Contemporânea e uma das autoras, esta publicação “que resulta da parceria do Museu Nacional de Arte Contemporânea com o Instituto Politécnico de Viseu, pretende ser uma pequena – mas reveladora – porta aberta sobre o mundo. E, por prometer ser pessoal, tem tudo a ver connosco. A cultura, como lúcida e amorosamente nos lembrou Cruzeiro Seixas, é a nossa mais íntima e vital respiração”.

Para as autoras, o entrevistado “pareceu-nos a personalidade e o momento certos para iniciar esta coleção de conversas pessoais que dá voz a algumas das figuras que criaram forma e pensamento nas últimas décadas”.

Enquadrada na missão e objetivos da editora do Politécnico de Viseu, de promoção da cultura humanística e das artes, a obra que agora se edita, dá voz a um encontro livre de vozes que afirma o valor incondicional da arte como força primordial humana, vital. O presidente do IPV, professor João Monney Paiva, enfatizou o papel central que a instituição concedeu a este projeto editorial “enquanto agente promotor da leitura, enfatizando a importância da literatura e da partilha do conhecimento como alicerces da edificação da PV Editora”.

A apresentação da nova obra da PV Editora é um regresso de Cruzeiro Seixas ao Politécnico de Viseu. Em 2016, no dia 14 de dezembro, o evento “Cruzeiro Seixas: 16 Cadáveres Squisitos + 1”, realizado em parceria com a Escola Secundária Viriato, promoveu uma exposição de trabalhos plásticos de alunos da Viriato, um espaço de contributos e conversas sobre a importância da obra de Cruzeiro Seixas e do Surrealismo – com as professoras Paula Soares (Escola Secundária de Viriato), Paula Rodrigues (ESEV – IPV) e Teresa Eça (Escola Secundária de Viriato) – finalizando com a exibição do aclamado filme pela crítica “Cruzeiro Seixas – As cartas do rei Artur”, de Cláudia Rita Oliveira.

Publicar comentário