Back

Universidade de Coimbra “exporta” conhecimento para empresas

A Universidade de Coimbra (UC) acaba de lançar dois projetos, um dos quais em colaboração com a Associação Académica de Coimbra (AAC), que visam “cimentar a posição desta universidade enquanto elo primordial com as empresas e com as comunidades”.

O lançamento do Projeto Especial “UC Business” e da “Académica Start UC – Ensino Secundário” decorreu esta manhã no auditório Laginha Serafim na Universidade de Coimbra com a presença do secretário de Estado da Economia e dos responsáveis máximos da universidade.

“Dinamizar a transferência de conhecimento interno e de tecnologia para as empresas, catapultando o know-how retido no ambiente académico, é o objetivo da Universidade de Coimbra ao lançar o Projeto Especial “UC Business””, adianta a organização em comunicado.

Esta iniciativa, que acaba de ser apresentada numa cerimónia com a presença do secretário de Estado da Economia, João Neves, caracteriza-se pela visão inovadora da Universidade de Coimbra, que visa uma estreita ligação entre o mundo académico e o mundo empresarial. O objetivo é que os investigadores da Universidade de Coimbra articulem a teoria retida na universidade com a prática e experiência do mundo profissional.

Os principais vetores do “UC Business” passam por maximizar o valor para a Universidade de Coimbra, oferecendo serviços especializados às organizações.

O foco estará nas grandes empresas, PMEs, start-ups e spin-offs, assim como na articulação com Centros de Investigação, Plataformas Tecnológicas e de Serviços, Associações Privadas Sem Fins Lucrativos e outras estruturas já parceiras da universidade, com uma lógica rentável para ambas as partes.

O projeto visa igualmente definir estratégias sectoriais mais incisivas, permitindo um investimento seguro com retorno a médio e longo prazo.

O “UC Business” é desenvolvido por uma equipa multidisciplinar, composta por Nuno Mendonça, coordenador do Projecto Especial, e pelos gestores de projetos Ana Rita Querido, Carla Marques, Daniel Silva, Helena Henriques, Laura Alho, Luís Silva, Marta Silva e Mónica Wolters, em estreita articulação com a Reitoria da Universidade de Coimbra, na dependência direta do Vice-Reitor Luís Simões da Silva, responsável pela área de ação Inovação e Empreendedorismo.

Neste âmbito será também assinado um protocolo com a empresa Tilray. Combinando o conhecimento crítico da vasta experiência da Tilray no cultivo, fabricação e desenvolvimento de produtos de cannabis, esta parceria estratégica será aplicada a várias áreas da Universidade de Coimbra, como Química e Ciências Farmacêuticas. A parceria abrirá oportunidades para colaborações entre Tilray e investigadores da Universidade de Coimbra, alavancando o campus americano de ponta da Tilray em Cantanhede e instalações de pesquisa no parque de pesquisa Biocant.

Esta manhã, a Universidade de Coimbra lançou igualmente uma iniciativa aberta aos estudantes do ensino secundário e profissional – “Académica Start UC – Ensino Secundário”, com o objetivo de incentivar os estudantes a identificar problemas na sua comunidade e a apresentar soluções para os mesmos.

A iniciativa surge no âmbito da 4.ª edição do Projeto Académica Start UC – Rede de Embaixadores para o Empreendedorismo, criado pela UC e pela AAC, com o objetivo de sensibilizar, educar e informar os estudantes desta universidade para a inovação e o empreendedorismo.

Ao alargar-se ao ensino secundário e profissional, o Académica Start UC “surge agora com o foco na sensibilização, dinamização e reforço da capacidade dos estudantes para o empreendedorismo e inovação social, a partir da sensibilização para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas – recorde-se que a Universidade de Coimbra integra a Global Compact desde outubro deste ano”.

Neste âmbito, os estudantes são desafiados a identificar problemas na sua comunidade que vão contra os ODS, assim como a desenvolver ações que alertem a sociedade e a encontrar soluções para combater tais problemáticas.

O “Académica Start UC – Ensino Secundário” é aberto a todos os estudantes do ensino secundário e profissional em Portugal, incluindo os dos cursos profissionais, matriculados nos 10.º, 11.º e 12.º anos, ou equivalentes. Cada ano escolar terá de desenvolver o seu trabalho com base em ODS específicos, definidos no regulamento.

O objetivo desta primeira edição do “Académica Start UC – Ensino Secundário” é formar cerca de 2.000 estudantes, o que representa cerca de 1% dos alunos do ensino secundário nacional. As candidaturas abrem no próximo dia 12 de dezembro e deverão ser feitas em formulário disponibilizado no site www.academicastartuc.com, até ao dia 29 de março de 2020.

 

Publicar comentário