Back

Xeque Sultan Al-Quasimi recebe doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Coimbra

O xeque Sultan bin Muhammad Al-Qasimi, chefe do governo do Emirado de Sharjah (um dos sete que compõem a confederação dos Emirados Árabes Unidos), vai receber o grau de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Coimbra (UC), na próxima terça-feira, dia 2 de outubro.

A cerimónia inicia-se às 10h30, na Sala dos Grandes Atos (Sala dos Capelos).

Lúcio Cunha será o Padrinho, estando as apresentações a cargo de Maria Margarida Sobral Neto (Apresentante do Candidato) e Maria de Fátima Sousa e Silva (Apresentante do Padrinho). Os três são professores da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), que propôs a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa ao xeque Sultan bin Muhammad Al-Qasimi.

“Pelos méritos da sua obra científica, literária, cultural, humanitária, e pelo seu elevadíssimo apreço pelo conhecimento da presença portuguesa na Ásia e Médio Oriente, construindo um património de enorme valor para o seu estudo e disponibilizando recursos documentais de excecional valor, a concessão do grau de Doutor Honoris Causa ao xeque Sultan bin Muhammad Al-Qasimi constitui um ato de justo reconhecimento que muito enobrecerá esta Escola”, justifica a FLUC.

O xeque Dr. Sultan bin Muhammad bin Saqr bin Khalid bin Sultan bin Saqr bin Rashid Al Qasimi, de 79 anos, tem uma vasta obra publicada nos domínios de história, geografia política, cartografia, literatura e teatro. “Trata-se de uma produção reveladora da amplitude dos seus interesses culturais e da sua sensibilidade relativamente a alguns dos grandes desafios contemporâneos”, refere a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, destacando igualmente a “riquíssima coleção” (de livros, manuscritos e cartografia) relativos à presença portuguesa no Médio Oriente nos séculos XVI e XVII, que o xeque reuniu no Centro de Estudos do Golfo.

Publicar comentário