Aldeias de Montanha aprovaram Plano de Atividades

0
461

A direção e a Assembleia Geral da ADIRAM – Associação para o Desenvolvimento Integrado da Rede de Aldeias de Montanha, entidade gestora da Rede de Aldeias de Montanha, reuniram para aprovação do Plano de Atividades.

O encontro teve lugar em Seia, no Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) presidido por José Francisco Rolo, presidente da ADIRAM, contando com a presença do presidente da Câmara Municipal de Seia, Filipe Camelo que não deixou de se referir ao simbolismo da reunião da direção decorrer em Seia.

Carlos Filipe Camelo, que manifestou a disponibilidade da autarquia de Seia em continuar a colaborar ativamente com a ADIRAM, sublinhou ainda o “‘salto’ que o projeto Aldeias de Montanha deu, passando de projeto municipal para uma rede de âmbito intermunicipal com evidentes ganhos para a região”.

José Francisco Rolo “prestou o justo reconhecimento pela generosidade e ato de partilha”, do Município de Seia para com a região, do projeto piloto da Rede de Aldeias de Montanha iniciado no concelho de Seia, e que se “revelou um sucesso e se projetou como uma marca que se vai gradualmente reforçando”.

A rede, agora alargada a oito municípios abrangendo 41 aldeias, constitui um “exemplo de partilha de boas práticas e de envolvimento e desenvolvimento comunitário de base local – são necessários mais projetos como este no Portugal profundo: agarrar as nossas qualidades e promovê-las como fatores de desenvolvimento e criação de riqueza; passar das palavras aos atos”, disse.

Coube ao presidente da direção apresentar o Plano de Atividades que integra várias ações aglutinadas em quatro eixos fundamentais: Comunicação, Animação, Sustentabilidade, e Sinalética da Rede de Aldeias de Montanha, e que foi elaborado tendo em conta a, recentemente, aprovada Estratégia de Eficiência Coletiva através do PROVERE iNature, componente Aldeias de Montanha.

A forte aposta no Turismo de Natureza e Valorização de Áreas Protegidas; a afirmação da marca Serra da Estrela como aldeias únicas e experiências autênticas; a estreita parceria e vínculo institucional entre ADIRAM e municípios associados; bem como o enfoque na operacionalidade para executar o Plano de Animação da Rede assumem-se como grandes objetivos, destacando-se ainda a implementação de uma Grande Rota para a valorização turística e ambiental do Rio Alva.

José Francisco Rolo, que é também vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, acredita “que os vários parceiros se vão empenhar em executar todas as ações o que permitirá criar condições para o acesso ao prémio de execução e demonstrar a capacidade da ADIRAM junto dos parceiros e da CCDRC, quanto à valia da marca Aldeias de Montanha enquanto aldeias únicas”.

Destacou também alguns projetos em curso, nomeadamente a parceria estabelecida com a Fundação Vodafone para a “implementação de uma rede informal de cuidados de saúde com recurso às novas tecnologias no âmbito de um inovador projeto IOT (Internet of Things)”.

Refira-se ainda que a Rede de Aldeias de Montanha tem diversas aldeias candidatas ao concurso “7 Maravilhas de Portugal – Aldeias” tendo a ADIRAM prestado apoio técnico na formalização das mesmas, ambicionando-se a execução de projetos de inovação e de promoção da qualidade de vida nestas aldeias.

De seguida, o Plano de Atividades e Orçamento foi apresentado em Assembleia Geral presidida por Jorge Brito, o qual foi aprovado por unanimidade.

DEIXE UMA RESPOSTA