Chineses patrocinam Académica

0
485
Presidente da Académica e CEO da Ledman

A Académica e o Grupo Ledman assinaram, esta sexta-feira, um acordo de patrocínio válido para as próximas cinco temporadas.

Segundo a Académica este apoio prevê o “desenvolvimento do futebol juvenil da Briosa mediante a inclusão de jogadores chineses nos escalões de formação bem como a cedência do naming da Academia Briosa XXI, que passará a designar-se de Academia Ledman”.

Na cerimónia de assinatura do acordo, que decorreu esta manhã na Sala VIP do Estádio Cidade de Coimbra, estiveram presentes o presidente da Direcção da AAC/OAF, Pedro Dias Roxo, e o CEO da Ledman, Martin Lee.

Após o acto de assinatura, no qual também estiveram presentes vários elementos da Direcção da Académica (entre os quais o vice-presidente para a Formação, Américo Santos) e elementos do Grupo Ledman, o presidente da Briosa, Pedro Dias Roxo, enalteceu o facto de o clube ter conseguido chegar a acordo com uma “empresa muito prestigiada”.

“É uma parceria muito importante para nós, com uma empresa muito prestigiada. O Grupo Ledman consultou vários clubes para estabelecer este acordo mas encontrou na Académica o clube certo para o fazer.”, disse.

Pedro Dias Roxo explicou detalhadamente os contornos de uma parceria “ambiciosa” que terá especial enfoque na formação.

“É um projecto de desenvolvimento que esperamos que seja longo, que nos vai permitir fazer a reconversão da Academia e que abre perspectivas para desenvolver jovens jogadores. Haverá um intercâmbio de jogadores e de treinadores da formação que poderão ir para a China trabalhar em academias da Ledman. É, sem dúvida, uma parceria muito importante no futuro da Académica.”, continuou.

Questionado pelos jornalistas sobre se o Grupo Ledman iria interferir na gestão do clube, Pedro Dias Roxo disse que não.

“Quero que esse assunto fique bem claro: a Académica não é uma SAD nem está à venda e muito menos é o presidente que vai decidir sobre isso. Na Académica quem decide são os sócios e é assim que continuará a ser. Trata-se de um contrato de patrocínio que visa, única e exclusivamente, desenvolver a formação da Académica. Por isso não vai, nem pode, interferir na gestão do clube”, explicou.

Já Martin Lee, CEO do Grupo Ledman, não escondeu a satisfação por iniciar esta parceria com um “clube histórico” como a Briosa.

“A Ledman, como sabem, já patrocina a II Liga. Somos uma empresa de alta tecnologia com investimentos na indústria do futebol. Já temos duas equipas profissionais, uma na China e outra na Austrália e queríamos muito ter um parceiro estratégico na II Liga de Portugal e a Académica é o clube certo. Tem uma História muito longa, boas condições de treino e o que a Ledman pretende é desenvolver jogadores chineses e ter a oportunidade de abrir o mercado chinês e australiano para os jogadores portugueses. Assim os benefícios serão mútuos.”, referiu.

DEIXE UMA RESPOSTA