Back

Evocação do poeta Joaquim Namorado na Casa da Escrita de Coimbra

A Casa da Escrita da Câmara Municipal de Coimbra acolhe, nos próximos dias 21 e 22 de setembro, duas iniciativas que pretendem evocar o poeta Joaquim Namorado (1914 – 1986).

A primeira, na sexta-feira, pelas 18h00, consta de uma conferência que evocará o poeta, baseada no livro Joaquim Namorado: o Herói no “Neo-realismo Mágico” (Lápis de Memórias), de Jaime Ferreira, na qual serão oradores Rui Namorado (escritor) e José Vitória (licenciado em Ciências Matemáticas na Universidade de Coimbra).

O encontro fará, ainda, uma ligação com a exposição “É preciso que saibas”, de Jaime Ferreira, que está patente na Casa da Escrita, até ao dia 30 de setembro. Este é, de resto, o principal motivo para evocar o poeta Joaquim Namorado, grande amigo de Jaime Ferreira, personalidade incontornável do neorealismo, poeta da Incomodidade, figura destacada da revista Vértice que, desde 1942, foi o espaço de afirmação e de divulgação de resistência à ditadura.

Já no sábado, às 15h00, terá lugar a conferência “(Re) Ler poeta Joaquim Namorado”, a cargo de António Pedro Pita (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra), seguida de um recital de poesia, por Rui Damasceno e José António Franco.

Post a Comment

Share This