Back

Câmara de Coimbra investe 1,5 milhões no Mercado D. Pedro V que vai ter praça de restauração

A Câmara Municipal (CM) de Coimbra quer modernizar o Mercado Municipal D. Pedro V e adaptá-lo a novas dinâmicas de funcionamento, nomeadamente através da instalação de uma Praça de Restauração e de um Largo da Feira, para além de obras de manutenção do edifício.

O executivo municipal vai analisar e votar, na sua reunião de segunda-feira, uma proposta para a abertura de um concurso público, com o preço base de 1.498.190,99 euros.

A CM Coimbra pretende “modernizar e dinamizar o Mercado Municipal D. Pedro V, implementando novas dinâmicas de funcionamento, como a instalação de postos fornecedores de refeições e de uma zona central comum com mesas”, refere a autarquia em comunicado enviado à CentroTV.

A aposta passa pela criação de uma Praça de Restauração na área central do 1º piso, onde vão nascer, também, outros espaços. Um para ponto de encontro, outro vocacionada para pequenas feiras temáticas e eventos de animação, e um quarto dirigido aos produtores agrícolas.

No andar superior da galeria do Mercado do Peixe está prevista a criação de um espaço de restauração individualizado, com entrada também a partir do estacionamento superior (o que lhe permitirá funcionar mesmo com o mercado fechado), apoiado com sanitários e cozinha de confeção, com entrada própria para cargas e descargas. A galeria superior será fechada com cortina predominantemente de vidro.

O Mercado vai ainda ganhar um “condomínio criativo” com três espaços amplos para lojas, ateliês e cowork, por exemplo; e um miradouro, na antiga “casa dos frangos”, que vai constituir um espaço exterior aprazível.

Publicar comentário