Back

Dois polícias morreram atropelados por comboio em Sacavém

Dois agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), ambos com menos de 30 anos, morreram projetados pela passagem de um comboio alfa, entre a Bobadela e Sacavém, enquanto perseguiam suspeitos de um assalto a uma habitação.

O acidente mortal no concelho de Loures ocorreu pelas 11h47 desta quarta-feira, na Linha do Norte, perto da estação da Bobadela.

Fonte da direção nacional da PSP indicou que os dois polícias pertenciam à esquadra de São João da Talha, no mesmo concelho do acidente, e estavam a perseguir “um ou mais suspeitos a um assalto a residência”.

Segundo outra fonte policial, a residência assaltada localiza-se na Bobadela e tanto os suspeitos como os agentes (com cerca de três anos de serviço) estavam apeados. [ver vídeo] Dois polícias morrem colhidos por comboio durante perseguição.

De acordo com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), o pedido de socorro foi recebido às 11h54 e para a estação de comboios de Sacavém foram enviados uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER), duas ambulâncias de socorro dos Bombeiros Voluntários de Sacavém e uma unidade móvel de intervenção psicológica de emergência.

Dois homens detidos Dois homens que estavam a ser perseguidos pelos agentes da PSP mortos em Loures, foram detidos e estão à guarda da Polícia de Segurança Pública, disse à agência Lusa fonte policial.

Segundo a mesma fonte, os homens são suspeitos de um assalto a uma residência na Bobadela e estavam a ser alvo da perseguição apeada por parte dos dois polícias que morreram entre a Bobadela e Sacavém.

A polícia acredita que os dois detidos, capturados perto da zona onde decorreu o acidente, eram os únicos suspeitos que estavam a ser perseguidos pelos polícias, ambos com cerca de três anos de serviço, acrescentou a fonte.

Fonte: CM

Publicar comentário