Back

Estudantes de Macau são os que mais gastam em alojamento em Coimbra

 A Uniplaces, plataforma online para alojamento de médio a longo prazo, revela quais as nacionalidades que mais gastam em alojamento no nosso país, e especificamente nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra.

Na cidade de Coimbra, à exceção da nacionalidade macaense, que lidera a lista dos países que mais gastam em arrendamento na cidade através da Uniplaces, com uma média de 504 euros, todas as restantes nacionalidades pagam, em média, rendas inferiores a 400 euros: Reino Unido (358 euros), França (328 euros), Bélgica (319 euros) e China (308 euros).

De forma geral, e englobando todas as cidades onde a Uniplaces conta com ofertas de alojamento disponíveis no país, são os estudantes e profissionais dos Estados Unidos que mais dinheiro gastam em arrendamento de médio prazo, com uma média de 676 euros. Seguem-se os estudantes oriundos do Reino Unido (586 euros), França (534 euros), Holanda (532 euros) e Alemanha (525 euros).

Em Lisboa, a lista das nacionalidades que mais paga pelo arrendamento de casa ou quarto através da plataforma Uniplaces também é liderada pelos Estados Unidos, com uma média de 665 euros em arrendamento. Seguem-se os estudantes e profissionais da Noruega (645 euros), Suécia (626 euros), Canadá (614 euros) e Reino Unido (598 euros).

Na cidade do Porto, com valores médios mais baixos, são os estudantes oriundos do Reino Unido que pagam os valores mais elevados por alojamento, com uma média de 589 euros, seguidos pela nacionalidade francesa (497), turca (494), holandesa (487) e alemã (477).

Já sem contabilizar o valor médio gasto em alojamento, é ainda de referir que a nacionalidade brasileira é a que mais arrenda através da plataforma, totalizando 25,69% dos estudantes e profissionais que encontram na Uniplaces a solução ideal para a sua experiência de mobilidade. Segue-se Espanha (8,06%), Itália (7,54%), França (5,83%) e Alemanha (5,76%) na lista das nacionalidades estrangeiras que mais arrendam casa ou quarto em Portugal com a Uniplaces.

“Os estudantes e profissionais de nacionalidade estrangeira representam uma elevada percentagem dos utilizadores da Uniplaces em Portugal. Não apenas porque se trata de uma plataforma segura e de confiança para quem precisa de encontrar alojamento à distância, mas também porque permite encontrar diferentes soluções consoante o perfil do arrendatário. Os estudantes brasileiros são os que mais arrendam na plataforma mas, de forma geral, não são os que mais pagam por alojamento. São as pessoas oriundas dos Estados Unidos que representam a nacionalidade que mais paga para arrendar em Portugal na Uniplaces, o que mostra a versatilidade da nossa plataforma”, afirma Carolina Almeida, CMO da Uniplaces.

Publicar comentário