Back

Festival Origens anima Travanca de Lagos

Os Jovens da Liga de Iniciativa e Melhoramentos de Travanca de Lagos apresentam mais uma edição do ORIGENS – Festival Cultural de Travanca de Lagos, que decorrerá nos próximos dias 17, 18 e 19 de Maio.

À semelhança das edições anteriores pretendem cultivar o “amor à terra, à identidade e à tradição da Beira”. Para isso apresentam um programa multi-artes que pretende agradar aos vários públicos-alvo. 

Uma marca que tem provas dadas e é um dos eventos culturais que se destaca no panorama regional pela programação alternativa que tem apresentado. Para este ano reserva algumas novidades, o destaque vai para o regresso do Origens à sua origem, isto é, a primeira edição deste festival realizou-se no coração da aldeia, junto à Igreja Matriz de Travanca de Lagos e é aí que será realizado novamente este ano.

Origens 2019 começa pelas 21:30h da próxima Sexta-feira, com a actuação de Luís Peixoto, este músico residente de artistas como Dulce Pontes, Sebastião Antunes ou Ana Bacalhau, vem a Travanca de Lagos com o seu espetáculo a solo, uma mistura de instrumentos tradicionais como o Cavaquinho ou a Sanfona com os contemporâneos sons da música electrónica.

No Sábado, também pelas 21:30h, a aldeia de Travanca de Lagos, no Concelho de Oliveira do Hospital, oferece mais uma noite que se inicia com a Peça de Teatro “O Meu Caso” de José Régio, interpretado pelo Curso de Artes de Espetáculo/Interpretação da Eptoliva. A noite continua com a actuação dos Pilha Galinhas que apresentam um repertório de música tradicional portuguesa.

Origens 2019, termina com uma animada tarde de Domingo. Pelas 15h haverá um Percurso Interpretativo do património de aldeia, uma viagem do Séc. XVII ao Séc. XIX. A festa continua com jogos tradicionais e com a actuação do grupo “Melodias do Campo”.

Durante todo o evento pode ver a exposição de fotografia “Terra Inaudia” de Ângelo Bártolo e Mariana Couto que apresentam o resultado de uma residência artística nesta aldeia. Pode sentir também a Instalação “Travanca de Lagos – Uma Cartografia Sonora” onde Luís Antero nos mostra as paisagens sonoras do quotidiano desta terra que há 7 anos abre as suas portas para receber todos os que quiserem regressar às Origens.

Publicar comentário