Back

GNR resgata 36 migrantes na Ilha de Samos

A Guarda Nacional Republicana, através de militares da Unidade de Controlo Costeiro, destacados desde abril na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), detetou e resgatou 36 migrantes, a este da Ilha de Samos – Grécia.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha a 3 milhas náuticas da costa, com cerca de 6 metros e com excesso de lotação. “De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 36 pessoas, das quais 12 crianças, cinco mulheres, e 19 homens”, refere a GNR em comunicado.

GNR respate Samos

GNR resgata 36 migrantes na Ilha de SamosA Guarda Nacional Republicana, através de militares da Unidade de Controlo Costeiro, destacados desde abril na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), detetou e resgatou 36 migrantes, a este da Ilha de Samos – Grécia.No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha a 3 milhas náuticas da costa, com cerca de 6 metros e com excesso de lotação. “De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 36 pessoas, das quais 12 crianças, cinco mulheres, e 19 homens”, refere a GNR em comunicado.“De salientar que durante o transporte foram distribuídas águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais de desidratação e que, entre os tripulantes se encontrava uma idosa com sinais de fraqueza, tendo sido encaminhada para o Hospital de Samos”, adianta ainda a guarda.Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Vathy, sendo entregues às autoridades helénicas.Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 1000 patrulhas, o que corresponde a mais de 6140 horas de empenhamento, tendo detetado mais de 250 embarcações e auxiliado aproximadamente 2500 migrantes.www.centrotv.pt

Publicado por CentroTV em Domingo, 20 de outubro de 2019

“De salientar que durante o transporte foram distribuídas águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais de desidratação e que, entre os tripulantes se encontrava uma idosa com sinais de fraqueza, tendo sido encaminhada para o Hospital de Samos”, adianta ainda a guarda.

Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Vathy, sendo entregues às autoridades helénicas.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 1000 patrulhas, o que corresponde a mais de 6140 horas de empenhamento, tendo detetado mais de 250 embarcações e auxiliado aproximadamente 2500 migrantes.

Publicar comentário