Back

Portugal envia hoje Módulo de Emergência Médica para Moçambique

No âmbito do pedido de assistência internacional formulado pelas autoridades Moçambicanas via Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, o governo português, através da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), envia hoje, dia 29 de março, por volta das 20h15, do aeródromo militar de Figo Maduro, mais um voo com 28 profissionais do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), acompanhados do Módulo de Emergência Médica, para prestar cuidados de saúde às vítimas do ciclone Idai.

Recorde-se que Portugal tem, desde a passada sexta-feira, 22 março, em Moçambique, uma Força Operacional Conjunta de Proteção Civil com valências nas áreas de busca, salvamento, proteção e socorro em situações de emergência complexas.

Esta força, coordenada pela ANPC, é composta por cerca 60 operacionais, entre elementos da Força Especial de Bombeiros, militares da Guarda Nacional Republicana, elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica, e bombeiros, voluntários e municipais, do distrito de Santarém, que se juntaram à equipa avançada de peritos multidisciplinar projetada pela ANPC para Moçambique, logo após o ciclone Idai que atingiu o país.

No terreno, além de ajudarem a distribuir ajuda humanitária às populações, os elementos da Força Operacional Conjunta da Proteção Civil portuguesa têm desempenhado tarefas essenciais no âmbito do socorro à população e restabelecimento da normalidade.

Publicar comentário