Back

Região de Coimbra é Região Europeia da Gastronomia em 2021

O júri atribuiu à Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra o título de Região Europeia da Gastronomia em 2021.

A cerimónia, na Embaixada da Eslovénia, em Bruxelas, decorreu esta tarde e contou com a presença de quase todos os presidentes dos 19 municípios que compõem a CIM Coimbra.

A denominação de Região Europeia da Gastronomia é atribuída, anualmente a duas regiões distintas em cada ano e reconhece a inovação e a interligação da gastronomia com a cultura, o turismo e a economia.

A candidatura é promovida pela CIM Região de Coimbra, que conta entre os fundadores com a Universidade de Coimbra, Turismo do Centro, Escola de Hotelaria e Turismo, Instituto Politécnico, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, para além do apoio do Ministério da Agricultura e da Secretaria de Estado do Turismo.

Para o presidente da CIM Região de Coimbra, João Ataíde, o título hoje recebido vai permitir maior afirmação e sustentabilidade ao nível gastronómico, económico, ambiental e social.

A distinção vai permitir também “a orientação e investimento da qualificação e capacitação da oferta, com base numa linha de comunicação concertada e integradora, que pretende mostrar um território mais harmonizado sem, no entanto, comprometer a sua autenticidade e diversidade”.

A CIM Região de Coimbra é uma comunidade intermunicipal que integra os municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Mortágua, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, constituída ao abrigo da lei nº 75/2013, de 12 de setembro.

* Margarida Prata, Angela Cunha e Sandro Garcia, a equipa da CentroTV em Bruxelas

Publicar comentário