Back

Serenata evoca 120 anos do nascimento de Edmundo de Bettencourt na Sé Velha

O festival “Correntes de um só rio” – Encontro da canção, do fado, da música e das guitarras de Coimbra arranca amanhã, dia 1 de outubro, com uma serenata evocativa dos 120 anos do nascimento de Edmundo Bettencourt.

No Dia Mundial da Música, a Sé Velha acolhe este momento que promete ser único, pelas 22h00. A entrada é livre.

O Largo da Sé Velha vai voltar a ouvir uma serenata já na próxima terça-feira, que conta com a participação dos músicos Bruno Costa (Guitarra de Coimbra) e Diogo Passos (Viola), os cantores Arturo Lopez, António Ataíde, Vítor Sá e Patrick Mendes e, ainda, com leitura de poesia por Aurelino Costa. Um momento evocativo dos 120 anos do nascimento de Edmundo de Bettencourt, um dos maiores nomes da história da Canção de Coimbra, poeta Presencista e companheiro de Artur Paredes.

Devido à realização deste evento existirão condicionamentos de estacionamento e trânsito de veículos no Largo da Sé Velha, até à meia noite de quarta-feira.

O festival “Correntes de um só rio”, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra, prossegue no dia 2 de outubro, pelas 21h30, com o espetáculo “Purgatório – segunda estação de A Divina Comédia”, que marca o regresso do Teatro O Bando ao palco do Convento São Francisco e que conta com a participação especial de dois guitarristas de Coimbra.

Publicar comentário